Postado por Agência PT, em 4 de fevereiro de 2016 às 19:23:09

O programa Bolsa Família, criado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, contribui no combate ao trabalho infantil no Brasil ao relacionar o benefício a questões como saúde e educação das crianças atendidas. A afirmação é do ativista indiano Kailash Satyarthi, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 2014.

Satyarthi se reuniu na tarde desta quinta-feira (4) com a presidenta Dilma Rousseff e a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF).

“Quero destacar o sucesso do programa Bolsa Família no que se refere à melhoria da situação das crianças, principalmente nas áreas da saúde e alfabetização. É notável a melhora”, disse o ativista.

“Nos últimos 15 anos, o número de crianças no trabalho infantil no Brasil caiu drasticamente. Isso se deve não apenas ao forte desempenho da sociedade civil, mas também devido a abordagens inovadoras, tais como o Bolsa Família. Essas iniciativas não só reduziram o número de crianças trabalhando, como foram importantes para criar confiança de que no Brasil, na América Latina e no mundo todo, os governos e a sociedade civil podem trabalhar juntas para por fim ao trabalho infantil e o trabalho escravo. Isso se fez possível neste País devido ao trabalho do presidente Lula e aos esforços contínuos da presidenta Dilma”, enfatizou.

Segundo Kailash Satyarthi, países emergentes, como os membros do BRICS, podem servir de exemplo para o mundo de como abordar a agenda do trabalho infantil.

Na conversa com a presidenta, foram tratadas diversas questões relacionadas à situação das crianças no Brasil e no mundo, além das ações do governo brasileiro na área. “Conversamos sobre a elaboração de uma abordagem e política holísticas de modo a priorizar as agendas de interesse das crianças”, completou Satyarthi.

O vencedor do Prêmio Nobel da Paz disse, ainda, que considera que o Brasil tem condições de sediar uma conferência mundial sobre os objetivos de desenvolvimento sustentável relacionadas às pautas da infância, de modo a priorizar as crianças na elaboração das políticas públicas. “Fiquei muito grato, pois Dilma se mostrou muito receptiva à ideia”, garantiu Satyarthi.

“Sempre fui um grande admirador do Brasil, particularmente do seu êxito da democracia e suas instituições democráticas”, afirmou.

Pelo Twitter, a presidenta Dilma disse ter recebido a visita de Kailash Satyarthi com “muito orgulho”.

“Foi com muito orgulho que recebi o líder mundial contra trabalho infantil e escravidão de crianças e ganhador do Prêmio Nobel da Paz. Sua atuação para erradicar o trabalho infantil merece todo o nosso apoio e condiz com os esforços do nosso governo. Kailash Satyarthi é um grande amigo do Brasil. Partilhamos a crença de que o combate à pobreza é fundamental para a promoção do desenvolvimento”, comentou Dilma.

Por Luana Spinillo, da Agência PT de Notícias