José Pimentel

José Barroso Pimentel nasceu em 16 de outubro de 1953. É advogado, bancário e Senador da República, eleito em 2010, pelo Partido dos Trabalhadores, com 2.397.851 votos. Exerceu o cargo de Ministro de Estado da Previdência Social durante o governo do Presidente Lula (2008/2010).

Foi eleito deputado federal por quatro mandatos consecutivos (1995/2011), tendo exercido o cargo de relator-geral do Orçamento Geral da União 2008. Foi líder do governo no Congresso Nacional de 2011 a maio de 2016. É o primeiro-secretário do Senado Federal (2017-2019).

Tem um mandato voltado especialmente para as áreas do empreendedorismo, agricultura familiar, educação e desenvolvimento regional.

Integra as Comissões de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), de Assuntos Econômicos (CAE), de Serviços de Infraestrutura (CI), de Assuntos Sociais (CAS) e de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR).

Em 2011, primeiro ano de mandato, o senador Pimentel foi considerado o 14º parlamentar mais influente do Congresso Nacional, dentre os 594 deputados e senadores, segundo a pesquisa “Cabeças do Congresso”, realizada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP). Foi a sétima vez seguida que José Pimentel figurou dentre os mais influentes na lista do Diap.

Como ministro da Previdência, Pimentel dedicou-se a melhorar o atendimento aos cidadãos. Na sua gestão, foi implantada a nova sistemática de aposentadoria em até 30 minutos, o INSS passou a enviar carta-aviso de aposentadoria ao segurado e foi desenvolvido o extrato de informações previdenciárias, disponibilizado nas agências do INSS, na internet e nos terminais de autoatendimento do Banco do Brasil para correntistas.

Ainda na gestão de Pimentel, foi iniciado o maior Plano de Expansão da Rede de Agências do INSS (PEX), com a construção de 720 novas unidades em todos os municípios com mais de 20 mil habitantes.

Pimentel presidiu a Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa do Congresso Nacional (2007/2008). Liderou a aprovação do Simples Nacional, que beneficia mais de 5,8 milhões de pequenas empresas com redução de impostos e aumento de incentivos.

Coordenou a aprovação e a implantação do sistema do Empreendedor Individual, que já retirou mais de 1,8 milhão de pessoas da informalidade, permitindo o acesso desses trabalhadores e de suas famílias à proteção previdenciária. Em outubro de 2011, conduziu a aprovação da Lei Complementar 139/11, que atualiza todas as faixas de tributação do Simples Nacional, permitindo que as micro e pequenas empresas continuem crescendo com o Brasil, a um custo menor.

O senador Pimentel apoia todos os programas e projetos que apontam para o fortalecimento da educação. Ele defende a interiorização do ensino técnico, para que mais jovens tenham acesso ao ensino profissionalizante no Brasil, por meio da construção e instalação de escolas técnicas federais em municípios com mais de 50 mil habitantes.

Durante o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, denunciou no parlamento, na mídia e nos espaços públicos que a deposição de uma presidenta, sem crime de responsabilidade, viola a Constituição e a democracia.

Atualmente, integra a oposição ao governo ilegítimo de Michel Temer. Trabalha pela manutenção dos direitos constitucionais, sociais, previdenciários e trabalhistas, conquistados pelos brasileiros e brasileiras ao longo da história, especialmente, no período de 2003 a 2016.