Partido dos Trabalhadores

Lideranças do PT participam de assembleia da Consulta Popular

Gleisi, Lindbergh e Camilo Santana participam de ato político no evento nesta segunda-feira, em Fortaleza. Assembleia reunirá mais de 800 militantes

Gleisi e Lindbergh estão entre maiores influenciadores do Facebook

Camilo Santana (PT), governador do Ceará, a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, e o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (PT-RJ), participarão, nesta segunda (13), em Fortaleza, de ato político na 5ª Assembleia Nacional da Consulta Popular, organização política impulsionada pelos movimentos sociais.

O evento homenageará Zilda Pereira Xavier, militante da ALN (Ação Libertadora Nacional), organização que combateu a ditadura militar no Brasil. Xavier morreu em 2015. A 5ª Assembleia Nacional da Consulta Popular será realizada entre os dias 13 e 17 de novembro, em Fortaleza.

O analista político Breno Altman, Walter Sorrentino, vice-presidente do PC do B, e João Pedro Stédile, dirigente nacional do MST, entre outros, também estarão presentes.

A Assembleia reunirá mais de 800 militantes, que atuam em diversos movimentos populares, vindos de mais de 20 estados do Brasil para analisar a situação política do país com ênfase na construção da Frente Brasil Popular.

Confira a lista completa de presenças confirmadas

Senadora Gleisi Hoffmann
Senador Lindbergh Farias
Roberto Amaral (Frente Brasil Popular)
Senador Pimentel
Deputado Elmano Freitas (deputado estadual CE)
Valter Sorrentino (vice-presidente do PC do B)
Deputado Valmir Assunção (deputado federal BA)
Gilberto Carvalho
Deputada federal Luizianne (CE)
Raquel Marques (Deputada estadual do CE)
Representante Levante Popular da Juventude
Representante Via Campesina
Mariana Dias (presidenta da UNE)
Emanuel Bertoldi (Alba Movimentos)
Emanuel (Federação Única dos Petroleiros)
Paulão (Confederação Nacional dos Metalúrgicos)
Flavinho (Conem)
Renê Santana (CTB)
Bernadete Monteiro, representante da Marcha Mundial de Mulheres
Di Assis (Presidente do PT-CE)
André Figueiredo (PDT)
Representante da CNTE

 

Contexto de golpe e desmonte do Estado

Os cinco dias de assembleia serão a oportunidade de realizar o balanço da trajetória da organização política, assim como renovar o compromisso com a unidade das forças populares.

A 5ª Assembleia da Consulta Popular ocorre num contexto de golpe contra a democracia e a soberania nacional. Em meio a uma profunda crise econômica, direitos e conquistas populares estão sendo retirados rapidamente pela ofensiva das forças neoliberais.

“Estamos diante de uma crise de destino. Estamos vivendo um desmonte sem precedentes da soberania, do Estado, das conquistas democráticas e dos nossos direitos. Apontar uma proposta transformadora, revolucionária para a sociedade, é algo fundamental”, comenta Ricardo Gebrim, da Direção Nacional da Consulta Popular.

A Consulta Popular é uma organização política que surgiu 1997, impulsionada pelos movimentos sociais.

A proposta principal é contribuir na construção de um Projeto Popular para o Brasil. A organização defende, por meio do trabalho de base e do exemplo pedagógico, que o povo brasileiro deve construir um projeto que organize o uso de sua capacidade criativa e produtiva, definindo também os rumos do país.

Serviço

Ato político “Momento atual da conjuntura brasileira: a defesa da soberania nacional e da democracia
Data: 13 de novembro
Horário: 19 horas
Local: Cofeco (Colônia de Férias da Coelce), Avenida Manoel Mavignier, 8000 – Sabiaguaba, Fortaleza, Ceará

 

 

Da Redação da Agência PT de Notícias