dep.luizcouto@camara.leg.br
(62) 3215-5442

Filho de agricultores sem terra, Luiz Couto nasceu em Soledade, pequena cidade encravada no cariri paraibano. Mudou-se para João Pessoa em busca de melhores oportunidades para estudar.

Graduou-se em Filosofia na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e cursou Teologia no Instituto de Teologia do Recife/PE, ordenou-se padre em 1976 e logo se aproximou dos seguidores da Teologia da Libertação, corrente que defende mudanças progressistas na Igreja Católica.

Entrou para o quadro docente da UFPB, onde chefiou o Departamento de Filosofia e foi diretor do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFPB. Integrou o Conselho Universitário da UFPB e os conselhos estaduais de Defesa da Criança e do Adolescente e de Defesa dos Direitos do Homem e do Cidadão.

Filiou-se ao PT em 1985 e presidiu o diretório municipal de João Pessoa e o diretório estadual da Paraíba.

Apesar das pressões das alas conservadoras da igreja, Couto é favorável ao uso de camisinha e combate fortemente a intolerância e o preconceito contra homossexuais.

Por conta de suas denúncias contra os grupos de extermínio, Luiz Couto é alvo constante do crime organizado, fato que já o obrigou a viver sob proteção policial e ainda hoje exige precauções com a sua segurança.

Foi deputado estadual duas vezes e desde 2003 é deputado federal, sempre eleito com o apoio dos movimentos sociais e setores progressistas da Paraíba.

Na Câmara dos Deputados foi relator da CPI que investigou os grupos de extermínio no Nordeste, presidiu por duas vezes a Comissão de Direitos Humanos e Minorias e atuou ainda como titular da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Eleito em 2010, para o terceiro mandato, Luiz Couto continuou atuando no combate à corrupção, ao crime organizado, à exploração sexual de crianças e adolescentes, à intolerância e ao preconceito. Foi agraciado pelo Prêmio Congresso em Foco por 04 vezes.

Recebeu também o maior prêmio de Direitos Humanos, concedido pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos da Presidência da República. O prêmio consiste na mais alta condecoração do governo brasileiro às pessoas que desenvolvem ações de destaque nas áreas de promoção e defesa dos Direitos Humanos.

Em 2014 foi reeleito para o quarto mandato para continuar defendendo as bandeiras históricas já elencadas em seus diversos mandatos e dará prioridade às profundas reformas de que o Brasil Necessita.

  • TODOS CONTRA TEMER! 100% dos deputados petistas, ou seja, 58 parlamentares, votaram contra Michel Temer e a favor do prosseguimento da investigação por corrupção do golpista! Veja o voto de cada um dos deputados do PT e tenha ainda mais certeza: eles estão ao lado do povo brasileiro!

    Publicado por Partido dos Trabalhadores em Quinta-feira, 3 de agosto de 2017
    100% dos deputados petistas votaram contra Michel Temer e a favor da investigação por corrupção do golpista. Assista aos votos dos parlamentares