Postado por Agência PT, em 5 de fevereiro de 2016 às 12:01:17

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu, na tarde de quinta-feira (4), a visita de Scott Courtney, liderança da campanha Fight for $15, dos Estados Unidos. O movimento dos trabalhadores americanos pede um salário mínimo de US$ 15 por hora. Atualmente, salário mínimo federal norte-americano é de US$ 7,25/hora.

Para Courtney, o ex-presidente Lula é um campeão dos trabalhadores.

“Conversamos sobre sindicalismo e mobilização. No meu país, 50% dos trabalhadores com empregos de jornada integral não ganham o suficiente para custear moradia, alimentação e transporte”, contou Courtney.

“A piora da situação dos trabalhadores os aproximou dos sindicatos, e os sindicatos hoje pleiteiam mais espaço na negociação política. Os políticos têm tido de nos ouvir mais. E nós ouvimos o conselho de Lula: é necessário distribuir a renda, dar dinheiro a quem tem menos, para que a economia seja mais justa e funcional”, completou o líder da campanha.

Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações do Instituto Lula