Postado por Agência PT, em 8 de janeiro de 2016 às 15:10:53

O Partido dos Trabalhadores ganhou 48,8 mil novos filiados em 2015, uma média de 131 novas adesões por dia. Apesar do ataque midiático diário contra o partido, fechamos o ano com 1.753.044 militantes em nossas fileiras, segundo dados do Sistema de Filiados (SisFil), disponibilizados pela Secretaria Nacional de Organização do PT.

“Apesar de todos os ataques direcionados ao PT ao longo do ano passado, o partido cresceu, engrossou seu quadro de filiados, o que mostra que ampliamos nossa base social”, afirma o secretário nacional de Organização do PT, Florisvaldo Souza.

“O PT tem muita vitalidade. O PT continua sendo um partido de massas”, completa.

Para ele, mesmo com todas as adversidades e ataques diários da oposição e da mídia, criou-se no País um sentimento de defesa do partido e do projeto político desenvolvido ao longo dos últimos 13 anos.

“O PT reagiu diante dos ataques de forma positiva e propositiva. Os militantes reagiram, provando que o partido tem militância e tem base social, que tem projeto para o Brasil e que vai disputar bem as eleições municipais este ano”, garantiu.

Além da reação aos ataques, o crescimento no número de filiados se deve, na avaliação do secretário, à intensa agenda de atividades promovida em 2015.

“Ano passado tivemos muitos encontros. O partido se movimentou, promoveu encontros municipais e estaduais, inclusive de formação política. Foi o ano do nosso Congresso Nacional e do Congresso da Juventude do PT”, explica Florisvaldo.

Segundo o secretário, uma característica do Partido dos Trabalhadores é que ele está sempre ativo. “Não para de fazer política”. E mostra, ainda, que atividade partidária não é só eleição. A curva de filiação ao PT foi sempre ascendente, desde sua criação em 10 de fevereiro de 1980.

Com 14.996 filiações, abril foi o mês de 2015 com maior número de pessoas ingressando no partido. A explicação, de acordo com Florisvaldo, está nos encontros nos estados para debater as teses ao 5º Congresso do PT, realizados naquele mês. “Esses debates valeram também como plenária de novos filiados”, disse.

Entre os estados, o Rio Grande do Sul foi o que mais filiou novos petistas em 2015, com um total de 5.686. “O Rio Grande do Sul sempre foi um estado muito ativo politicamente, com proposições e encontros locais. Esse número é fruto do trabalho feito por lá”, comenta o secretário.

Florisvaldo Souza explica, ainda, que os novos petistas passam por várias etapas, como plenária de novos filiados e processos de formação, até terem sua filiação confirmada. “Alguns não concluem esse processo, por isso ficam com a filiação pendente”, completa.

Atualmente, existem 132.720 pedidos de filiação pendentes e mais 44.217 em processo de filiação.

Florisvaldo aproveita para fazer um chamado àqueles que simpatizam com o partido: “O PT está aberto todo o tempo à entrada de novos filiados em seu quadro”. Para fazer o pedido de filiação, o é preciso que o interessado tenha completado 16 anos de idade, goze de plenos direitos políticos, não esteja filiado a outro partido e possua domicílio eleitoral no mesmo município em que queira se filiar.

Para mais informações sobre filiação ao PT, clique aqui ou entre em contato com o diretório mais próximo.

Por Luana Spinillo, da Agência PT de Notícias