Postado por Agência PT, em 21 de março de 2016 às 12:30:52

 

No interior do Ceará, durante o encerramento dos festejos religiosos de São José, em Tauá, Dom Ailton Menegussi, bispo da Diocese de Crateús rejeitou, em nome da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o que considera ser uma tentativa de golpe em curso no Brasil.

“Tem muita gente posando de santinho, mas que nunca pensou em pobre. E não pensa em pobre. Estão fazendo discurso bonito porque querem o poder, e com isso a CNBB não concorda”, disse.

“O que está acontecendo no Brasil é que já estão tratando de criminosos antes de se provar as coisas. (…) Os culpados não são desse partido ou daquele só não, não sejamos bobos. Tem corrupto em tudo que é partido. E a corrupção não foi inventada de quinze anos pra cá, não sejamos inocentes”, afirmou.

“Nós não estamos interessados em trocar de governo simplesmente, queremos que o país seja respeitado, que os cidadãos brasileiros sejam respeitados, é isso que quer a CNBB. Não vamos apoiar simplesmente troca de governos, de pessoas interesseiras que estão apenas querendo se apossar porque são carreiristas”, disse.

Em seu discurso, o bispo da Diocese de Crateús ainda enfatizou para a seletividade da Justiça brasileira. “Vamos rezar para que a justiça apareça, pra que os culpados, os realmente culpados, uma vez que apareçam, sejam punidos. Mas que sejam de todos os lados”, defendeu. “Porque nós sabemos que tem um monte de processos contra outros políticos que são engavetados, mas quando se trata de um governo que nasceu dos pobres, esse é criminoso. Nós não pensamos assim.”

Confira o discurso de Dom Ailton Menegussi:

Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações da Revista Fórum