Carregando...
Voltar
12/07/13 - 09h12
Gestores municipais e médicos já podem se cadastrar no Programa Mais Médicos

Inscrição deve ser realizada pelo Sistema de Gerenciamento de Programas do Ministério da Saúde


Os gestores municipais e médicos já podem se inscrever para participar do Programa Mais Médicos, que busca assegurar a presença desses profissionais em áreas carentes do País. A data final de inscrição para os gestores é no dia 22 de julho. Os municípios precisam indicar a quantidade de profissionais de que precisam e apontar as unidades de saúde que têm capacidade instalada para atuação dos médicos. Para os médicos, o prazo para inscrição vai até o dia 25 de julho. Em ambos os casos, o cadastro deve ser realizado pelo Sistema de Gerenciamento de Programas do Ministério da Saúde, neste endereço eletrônico.

Os médicos selecionados pelo programa receberão bolsa no valor de R$ 10 mil mensais e auxílio deslocamento, de acordo com a localidade onde for atuar. Terão prioridade na seleção os profissionais formados em instituições brasileiras de ensino superior e, caso todas as vagas não sejam preenchidas, serão selecionados profissionais formados por instituições estrangeiras, também dando-se prioridade aos brasileiros que tenham concluído a formação no exterior. Neste caso, o profissional será avaliado e depois acompanhado por uma instituição brasileira.

Vagas

O número de vagas disponíveis vai depender da demanda a ser apresentada pelos municípios. No ato da adesão, o gestor de saúde municipal deve apontar as unidades de saúde que precisam de médicos e o número de vagas em cada uma delas. Terão prioridade para o envio de médicos as periferias de capitais e regiões metropolitanas onde há carência destes profissionais, além de pequenos municípios, especialmente nas regiões de fronteira, que ficam na região amazônica ou com populações indígenas ou rurais. Levantamento do Ministério da Saúde apontou 1.582 áreas consideradas prioritárias, entre elas 1.290 municípios com alta vulnerabilidade social da população.

Lançado pela presidenta Dilma Rousseff nesta segunda-feira (8), o Programa Mais Médicos foi instituído por medida provisória e regulamentado por portaria conjunta dos ministérios da Saúde e da Educação. Para ampliar a presença de médicos em regiões mais carentes, será ofertada bolsa federal de R$ 10 mil para médicos que forem atuar na atenção básica, sob a supervisão de instituições públicas de ensino.

Compartilhe a hashtag #maismedicos

Ministério da Saúde


Aumentar tamanho da letra | Reduzir tamanho da letra