Partido dos Trabalhadores

Secretaria de Combate ao Racismo: Sobre a Globo e Willian Waack

A Secretaria Nacional de Combate ao Racismo do PT lamenta e repudia as declarações de forte conteúdo racista e preconceituosas do jornalista

O racismo e a onda de desrespeitos de forma generalizada, têm crescido absurdamente nessa hora da história da humanidade. São alimentados pelo tal do “mercado” que aprofunda a grave crise econômica que o mundo atravessa. A tentativa de saída dessa crise nova crise do capitalismo vem sendo orquestrada através da redução de direitos sociais, que aumentam a concentração de rendas, a pobreza e a miséria.

O mercado, não tem rosto e não é visto, mas tem seus porta vozes. Um deles, que sempre foi destacado para falar contra as causas dos trabalhadores e contra o Estado brasileiro, mostrou sua cara em comentário gravado durante as últimas eleições presidenciais norte americanas, e amplamente divulgado pelas mídias sociais.

Revelou-se então o pensamento racista de um dos principais porta-vozes da intolerância nesse momento de golpe no Brasil: o jornalista “global” Willian Waack.

Seus patrões, da rede Globo, o afastarem de suas funções e, Waack disse não lembrar do que falou naquele momento. Ou seja, era tão comum o seu desrespeito, que seu racismo, sarcasmo e ódio contra os direitos dos trabalhadores eram verbalizados com naturalidade.

A Secretaria Nacional de Combate ao Racismo do PT lamenta e repudia as declarações de forte conteúdo racista e preconceituosas desse senhor. Também, coloca em duvidas as intenções dos seus patrões da rede Globo com o seu pronto afastamento. Para ser coerente com a atitude e as desculpas, a Globo, poderia aproveitar o ensejo e inserir de forma altaneira em sua grade de programação, jornalística e de entretenimento, profissionais negros e negras que possam representar os 52% de população negra deste país.

SECRETARIA NACIONAL DE COMBATE AO RACISMO