Stela

stela.farias@al.rs.gov.br
(51) 3210-1682

Stela Farias conheceu o PT através de sua militância social na Pastoral da Juventude no final dos anos 80. Militante do CPERS, em 1992 foi eleita vereadora em Alvorada aos 26 anos. Nessa época, aproximou-se do então deputado estadual Flavio Koutzii, com quem faz sua formação política mais intensa. Em 1996, foi eleita a primeira mulher prefeita de Alvorada. Inovadora, implantou o Orçamento Participativo, colocou em dias as contas da Prefeitura e recuperou a capacidade do município de investir e realizar obras.

À frente do governo, estabeleceu prioridades e deu atenção aos mais pobres, melhorou, ampliou e construiu novas escolas, postos de saúde e deixou centenas de quilômetros de ruas
pavimentados. O reconhecimento dessa liderança veio com sua reeleição com mais de 67% dos votos da cidade.

Em 2006, Stela foi eleita deputada estadual pela primeira vez, com 55 mil votos. Presidiu a Comissão de Serviços Públicos, onde ajudou a impedir a prorrogação dos contratos de pedágio
durante o Governo Yeda. Integrou duas CPIs que sacudiram o Estado. Como presidenta da CPI da Corrupção, denunciou um esquema mafioso instalado em diferentes órgãos e estruturas públicas, que resultou no afastamento e indiciamento de secretários estaduais e parlamentares daquele período.

Stela tem como prioridade de sua atuação parlamentar as questões de gênero. Entre outras proposições, ela é autora da lei que obriga a divulgação de índices de violência contra a mulher, legislação pioneira no país.

Em 2010, foi reeleita para o segundo mandato como deputada estadual.
Convidada pelo governador Tarso Genro, assumiu a Secretaria da Administração e Recursos Humanos. Em dois anos e três meses, Stela realizou uma profunda reforma patrimonial e criou o programa de
compras públicas para micro e pequenos empresários, o Fornecer. Inédito no país, além de gerar 40% de economia aos cofres públicos, a iniciativa distribui recursos antes concentrados na região metropolitana por todo o estado. Sua gestão à frente da SARH também foi marcada pela transparência, diálogo e a negociação com os servidores públicos, através do Comitê de Diálogo Permanente, órgão colegiado que reformulou diversas carreiras, estabelecendo critérios objetivos de promoção e melhoria salarial.

Já eleita para o terceiro mandato parlamentar, em 2015 foi escolhida vice-líder da Bancada do PT na Assembleia.